quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

sábado, 1 de março de 2008

sábado, 16 de fevereiro de 2008

História do convento

Património Edificado da Quinta do Convento


Convento de Nª Sra da Visitação

A Quinta do Convento da Visitação guarda ainda hoje a memória dos jardins islâmicos da cultura do Al-Garb Andaluz das quintas dos antigos Almoxarifes de Alenquer e Óbidos que a partir dos finais do século X vieram procurar nesta região litoral um local aprazível onde passar o Verão, tendo sido constituido domínio senhorial em 1233, no reinado de D. Sancho I.

Gonçalo de Albuquerque, Senhor de Vila Verde, e pai de Afonso de Albuquerque, (primeiro vice-rei da Índia), terá edificado o primeiro Convento da Visitação que desapareceu. Nos finais do séc.XV iniciou-se a campanha de obras do segundo Convento, onde João de Castilho trabalha: tendo-se conservado a Sala do Capitulo, a Sacristia, a Igreja e a torre sineira.

A pedra tumular de D. Pedro de Noronha (Sexto Senhor de Vila Verde e irmão de Afonso de Albuquerque), datada de 1566, encontra-se no centro na nave central da igreja. Também D. Natércia de Ataíde, a eterna namorada de Luís de Camões e mulher de D. Pedro de Noronha (Sétimo Senhor de Vila Verde), se encontra sepultada na galilé da igreja.

O retábulo de pedra do altar é do final do sec XVII, e está atribuído a João Antunes , arquitecto régio de D. Pedro II,. A nave principal está revestida a azulejos azuis e brancos de albarradas do período Joanino, e os da capela-mor terão possivelmente sido encomendados a Valentim de Almeida pela primeira mulher do 1º Marquês de Pombal, Teresa de Noronha e Bourbon, donatária do Convento.

Capelas e Ermidas do Convento de Nª Sra da Visitação
A quinta tem ainda três capelas ou ermidas, uma dedicada São. Diogo, outra a S. Madalena e a terceira a Santo Onofre.




Os edifícios do século XIX e XX

Em 1834, com a extinção dos conventos em Portugal, a Quinta é adquirida em hasta pública por Sebastião José de Carvalho, Visconde de Chancelleiros que manda edificar uma magnífica vivenda bem como uma adega para apoio à zona vinhanteira que cobre algumas das faldas da serra de Montejunto em finais do século XIX.

Factor prevalecente ao longo dos séculos, a água do convento da Visitação, foi estudada no início do século XX. O Prof. Charles Lepierre classificou a água da nascente da Fonte do Leão como minero-medicinal, bicarbonatada, fluoretada cálcica, principalmente adequada para o tratamento de doenças do foro digestivo. É uma das primeiras águas a ser referenciada na Europa, ao lado da do LUSO, da EVIAN e da VICHY e chegou a ser comercializada em Lisboa.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Quinta do Convento da Nª Senhora da Visitação- apresentação

A Quinta do Convento está totalmente equipada para organização de eventos ( Jantares e Almoços de Empresas, Reuniões de Negócios, Casamentos e Baptizados)

A Quinta do Convento dispõe de uma sala e um jardim de inverno climatizados para cerca de 200 pessoas. Agregado a este espaço, dispõe também de uma adega e cave de estágio. complementada por vários espaços verdes e áreas de passeio em ambiente florestal.
É da responsabilidade do Catering "Páteo Velho" a organização e execução dos eventos. A filosofia do Catering baseia-se num serviço personalizado, de forma a ir de encontro ás caracteristicas e gostos dos nossos clientes.

Convidamos a partilharem connosco as vossas experiências, para que possamos juntos mostrar, relembrar e partilhar a beleza e o ambiente únicos desta quinta